A Modista do Desterro – Pauline Kisner

Tutorial: Chemise a la Reine (edição para preguiçosos)

Estou recuperando alguns posts do meu blog antigo (Diários Anacrônicos) e encontrei um tutorial para a Chemise a la Reine que fiz quatro anos atrás (!!!). Não é um método historicamente correto. Ele tem vários hacks moderninhos, mas vai te deixar com um resultado bem próximo ao que se vê nos quadros lá dos anos 1780.

Como seria a Chemise historicamente correta?

** Totalmente feita à mão, já que máquinas de costura só surgem no século 19;

** Feita com musselina ou organdi de algodão, coisa que você só consegue hoje em dia com muita sorte (e $$$);

** Teria um forro ajustado ao corpo;

** As canaletas seriam feitas com o próprio tecido da chemise.

Mas, como eu sempre digo: o limite do historicamente correto é o combo de seus recursos financeiros + sua sanidade. Então, vamos à edição preguiçosa mesmo, porque ela funciona muito bem!

Molde de inspiração

Este tutorial se baseia livremente no molde proposto pela Nora Waugh em “The Cut of Women’s Clothes”:

Clique na foto para baixar o arquivo em tamanho grande ^^

Como podemos ver, é um molde muito simples e uma peça de execução rápida, ideal para quem está começando na costura histórica!

Do que você vai precisar:

  • Tecido: 1 altura de corpo (comprimento dos ombros até a barra+ 10cm) e 1 altura de manga (comprimento do ombro até o punho ou a altura que você quiser a manga) de um tecido de algodão para lençol: pode ser percal, linho ou cambraia. Você vai aproveitar toda a largura do tecido.
  • Viés estreito na mesma cor do tecido (é bom comprar o rolo todo)
  • Cordão, preferencialmente de algodão (você vai usar algo em torno de 5 a 6m, então é bom comprar a peça de 10m. Cordão é sempre útil na costura histórica^^)
  • Ganchos de metal, para fechar a frente do vestido (opcional)
  • Elástico para franzir as mangas (opcional)
  • Bordado inglês largo para fazer babados (opcional)
  • Um parceiro de crimes (SEMPRE!)

Cortando e organizando

A melhor parte da Chemise a la Reine que é você não precisar gastar horas traçando moldes! O principal é marcar as cavas e para isso usei a régua de alfaiate mesmo e fiz um molde da junção das duas cavas, cortando só uma parte delas no tecido:

Para achar a posição das cavas, divida a largura do tecido ao meio (dobrando, preferencialmente) e depois divida cada metade dessas em dois novamente; aí você encontrará a posição das cavas. As costas da Chemise a la Reine são bem mais largas que a frente:

As primeiras chemises, às quais se refere esse molde, eram frouxas no corpo e ajustadas por cordões que franziam no busto e na cintura. O molde da Nora Waugh prevê três áreas de franzido: decote, logo abaixo do busto e cintura ntural. Eu optei por fazer apenas no decote e na cintura, pois há registros desse modelo em quadros. Você pode fazer com três áreas de franzido, se quiser. O procedimento é o mesmo.

Montando sua Chemise

CORPO

1. Passe uma costura em zigue-zague em toda a volta do tecido, para evitar que ele desfie. O uso de overloque é opcional.

2. Faça uma dobra na parte da frente, para fazer o acabamento. Essa dobra será o centro da frente da Chemise e esconderá os cordões.

3. Meça no seu corpo as alturas onde você quer que passe o cordão, medindo sempre a partir do ombro. Passe essas medidas para o tecido e alfinete o viés, formando canaletas para a passagem do cordão. As canaletas terminam 1cm antes da dobra que você fez na parte da frente.

Na parte de cima, utilize o próprio tecido dobrado para fazer a canaleta do decote. Costure tudo com ponto reto.

4. Una as duas partes da frente, interrompendo a costura cerca de 5cm abaixo da última canaleta. Se você quiser usar a sua chemise aberta embaixo, deixando uma saia à mostra, não precisa fechar a parte da frente.

5. Abra a costura com ferro de passar (***muito importante***)

6. Com o auxílio de uma segurança (aquele alfinete que se usava em fraldas de bebê há muito tempo e que tem mil nomes diferentes Brasil afora), passe o cordão pelas canaletas.  Faça isso com cuidado – será um processo demorado e trabalhoso. Ao terminar, já dê um nó na ponta do cordão para evitar surpresas desagradáveis. Você terá alguma coisa parecida com isso:

ALÇAS

Para medir as alças, peça ajuda para alguém  ou use de base uma blusa que seja confortável para você tanto na frente quanto nas costas. Se você planeja usar um corset sob o vestido, esse é o momento de vesti-lo para ajustar a Chemise direto no corpo!

Puxe o cordão na frente até as costas ficarem com um tamanho confortável para você. Com um alfinete ou com uma agulha e linha, fixe o cordão junto à cava das costas. Isso vai fixar o tamanho das costas da sua Chemise, deixando somente a parte da frente ajustável.

Tire a medida do ombro, ou seja, o comprimento que a alça da sua Chemise terá para ficar confortável e esconder a alça do sutiã ou do corset.

Este é o formato padrão das alças da Chemise a la Reine, sendo que a parte reta fica virada para fora. Mas você pode alterar o desenho para maior conforto:

MANGAS

Na costura moderna, primeiro costuramos a parte de cima da manga e a parte de baixo dela e a lateral da blusa devem ser fechadas com uma costura só. Bem, como estamos falando de uma peça do século 18, essa lógica não se aplica aqui.

Primeiro passe um zigue-zague em toda a volta da manga. Para fazer os puffs, você pode franzir com um cordão ou, se já estiver de saco cheio disso, apelar para o elástico. Depois de franzir a manga, feche-a. A manga deve ser aplicada na cava da Chemise já fechada, sempre de baixo para cima. Isso vai resultar numa sobra de tecido na parte de cima, no ombro, com a qual você fará as características pregas de mangas do século 18:

Você terá algo assim nas mangas:

O número de puffs depende de quantos elásticos ou cordões você colocar na manga.


DECORANDO O DECOTE

Você pode deixar o decote completamente liso, somente com o franzido do cordão, ou adicionar alguns babados.

O método mais fácil é costurar bordado inglês da mesma cor do tecido da chemise em todo o decote, lembrando de fazer pregas na parte das costas (porque ela já está franzida) e ombros e deixar liso na parte da frente (quando você puxar o cordão, os babados vão se formar naturalmente).

Uma possibilidade mais trabalhosa é fazer os babados com o próprio tecido. Se você tiver tecido sobrando, corte retângulos dele, faça a barra e aplique no decote usando o mesmo método do bordado inglês.

Observação: você precisará pregar esses babados à mão para não “amassar” o franzido das costas na máquina de costura.

A minha primeira Chemise foi feita com a técnica do bordado inglês:

Já na minha segunda, por ser um tecido bege e texturizado, acabei fazendo a técnica do babado com o próprio tecido:

Como a Chemise fica no corpo?

Cena pós-crédito da live sobre corsets. Não, eu não sei posar para fotos.

Tradicionalmente, a Chemise a la Reine é branca e usada com um cinto de cetim ou tafetá azul ou dourado:

Meu marido me fazendo rir na hora da foto faz tudo ficar menos fotogênico, rsrsrsrsr

O que nos levas aos…

Extras!

Como pregar elástico em casa sem treta:

Como fazer a faixa da cintura + laço bonito


Gostou do artigo?

 Então que tal ajudar a produzir ainda mais conteúdo de qualidade?

Seja um padrinho d’A Modista do Desterro e ajude a manter o blog sempre com conteúdo exclusivo e fresquinho para você. Nossos padrinhos ajudam a decidir o conteúdo, escolhem novos temas e tutoriais e podem até contar com uma consultoria exclusiva para algum projeto especial.

Tags:

compartilhe

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.