Destaque,  Traje Brasilis

Traje Brasilis: Vestindo a História do Brasil

O que vestiam os brasileiros e brasileiras em outras épocas da nossa história? Essa é a pergunta que o projeto Traje Brasilis quer responder.

 

É com muito prazer e uma pontinha de orgulho que apresento a vocês o motivo da falta de novas postagens no blog nas últimas semanas.

O projeto Traje Brasilis nasceu dentro do grupo “Ateliê da História”, a partir de uma questionamento válido: por que sabemos tanto sobre a moda histórica europeia, mas tão pouco sobre o que as pessoas vestiam aqui no Brasil? Entre uma conversa e outra fomos reunindo informações espalhadas sobre o assunto, mas a sensação de que dava para fazer mais continuava lá. Foi numa dessas conversas que surgiram as aquarelas de Carlos Julião, um militar italiano que passou pelo Brasil no final do século 18 e produziu uma série de ilustrações dos trajes da época. Depois de folhear o álbum com as aquarelas e descobrir um milhão de detalhes em tecidos e silhuetas, alguém veio com a sugestão que daria início ao projeto: “não seria legal se alguém recriasse esses trajes?”

traje brasilis carlos julião cortejo rainha negra
Se você abrir a imagem, verá que a rainha negra do cortejo está usando um Robe a la Française. Fala aí, não seria legal recriar esses trajes?

 

A PRIMEIRA ETAPA: AS FIGURINHAS DE CARLOS JULIÃO

A primeira etapa do projeto, desenvolvida entre junho de 2019 e junho de 2020, será dedicada aos trajes do período colonial registrados na obra de Carlos Julião (1740-1811). O catálogo “Riscos Iluminados de Figurinhos de Negros e Brancos dos Uzos do Rio de Janeiro e Serro Frio”, publicado em 1960 pela Fundação Biblioteca Nacional, traz 43 aquarelas retratando trajes representativos de grupos da sociedade da época. Nelas encontramos militares e civis, indígenas, negros escravizados e libertos, com seus trajes representados em detalhes que incluem descrições de bordados, do tipo de traje e ilustrações precisas das estampas usadas.

Cada pesquisador será responsável pela recriação de um traje do catálogo de Julião, o que inclui a pesquisa teórica e o processo de confecção das roupas em todas as suas camadas. Como um dos objetivos do projeto é popularizar o acesso às referências de história da moda brasileira, todos os resultados de nossas pesquisas, assim como os processos de confecção, serão documentados no futuro site do projeto e estarão disponíveis para consulta pública.

Para finalizar esta etapa, planejamos um evento público em 2020 para compartilhar os resultados e discutir as possibilidades desse tipo de pesquisa no Brasil. Nesse evento as figurinhas de Julião e os trajes recriados serão apresentados em detalhes ao público através de atividades como palestras, painéis com especialistas e oficinas. A ideia é realizar um evento aberto e gratuito, com caráter de divulgação científica, de preferência entre junho e julho de 2020 e na região Sudeste 😉

traje brasilis carlos julião moda histórica século 18 brasil colônia
Uma amostrinha do que iremos recriar para vocês

O projeto já conta com doze pesquisadores e alguns deles você já deve conhecer. Teremos as participações da Juliana Lopes, da Eneida Queiroz (do canal Poética dos Museus)a, da Tupa Guerra (nossa deusa dos podcasts) e de vários leitores assíduos do blog, além do apoio de pesquisa da Kati do Roupa é Cultura“. Nossa proposta é começar com o Carlos Julião e depois pegar outros ilustradores, pintores e até fotógrafos do século 19 para as próximas etapas do projeto!

 

COMO PARTICIPAR

Como pesquisador

Para esta primeira etapa, estamos aceitando inscrições de novos participantes até o dia 31 de agosto de 2019 ou enquanto houver figurinhas de trajes disponíveis (o que acontecer primeiro). Optamos por não repetir trajes, mas ainda temos alguns femininos e vários masculinos esperando alguém para adotá-los!

Para participar como pesquisador, é preciso:

  • ter disponibilidade para pesquisar e produzir o traje
  • possuir bom conhecimento e prática na costura.
  • algum conhecimento e/ou experiência na área de costura histórica, ou pelo menos disponibilidade para aprender as técnicas de modelagem e montagem dos trajes.
  • alguma noção de inglês ou outra língua estrangeira pode ajudar na hora da pesquisa.

Como todo o projeto está sendo realizado de forma independente e não temos qualquer apoio financeiro garantido,  os custos de produção de cada traje e da viagem estarão por conta do participante. Mas prometemos trabalhar em opções acessíveis de hospedagem para quem participar do evento final!

Para participar, entre em contato com a gente através do amodistadodesterro@gmail.com

 

Como apoiador

Se você gostou da ideia do projeto, mas não tem como participar diretamente da produção dos trajes, você pode ser nosso mecenas e apoiar financeiramente o Traje Brasilis através do nosso financiamento contínuo no ApoiaSe. Criamos várias faixas de contribuição a partir de R$ 10/mês e com recompensas bem legais para vocês!

Você também pode nos acompanhar no instagram (@trajebrasilis), curtindo e compartilhando nosso conteúdo para divulgar o projeto!

Apoie o Projeto Terra Brasilis!

COMENTÁRIOS

Historiadora, costureira e apaixonada pela história das coisas miúdas e aparentemente insignificantes. Alguém que acredita que a vida é muito curta para usar roupas comuns e que a moda é, sim, um espelho da história.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »