Costura Histórica

Fazendo um capuz vitoriano com instruções de 1862

É isso, gente. Depois que resolvi seguir o primeiro tutorial de época ao pé da letra e fazer aquela capa de maquiagem dos anos 1960, meio que comecei a procurar livros e instruções de costura originais de época para ver se encontrava alguma coisa “fazível”. Achei muita coisa legal, mas também descobri que os livros e revistas vitorianas adoravam descrever os procedimentos da maneira mais difícil possível. É preciso quebrar a cabeça para entender muitas instruções e no final percebemos que era uma coisa extremamente simples. Foi exatamente o caso desse projeto.

A escolha da vez foi um modelo de capuz para meia-estação publicado em 1862 pela Peterson’s Magazine.

Revistas como a Peterson’s eram publicadas em formato de brochura, com capa dura, e um grande cuidado estético para cativar o público feminino.

 

A Peterson’s Magazine foi uma publicação americana iniciada em 1842 para fazer frente à Godey’s Ladies’ Magazine, que até então dominava o mercado dos Estados Unidos. Para ganhar espaço entre o público feminino, a Peterson’s era mais barata que a concorrente e focava em um público com poder aquisitivo moderado, razão pela qual encontramos muitos tutoriais de costura e receitas de tricô e crochê altamente econômicas nessa revista. Ela permaneceu sendo publicada até 1898, quando foi adquirida por um grupo editorial e incorporada à Argosy, a primeira revista pulp publicada nos EUA.

Muitos dos designs que encontramos nas páginas da Peterson’s são assinados por Mrs. Jane Weaver, o que provavelmente é um pseudônimo criado para dar confiança e criar identificação do público com o conteúdo. Jane Weaver assina desde receitas de tricô e crochê até designs em patchwork e alguns tutoriais de costura. É ela a autora do design que resolvi copiar dessa vez:

TRADUZINDO O MOLDE

Entenda tradução aqui não só pela questão da língua em si, mas pelo trabalho de entender o raciocínio de quem criou esse tutorial. Mesmo traduzida, a estrutura do texto é muito diferente da linguagem que estamos acostumados a ver em tutoriais, algo muito parecido com o que acontece com receitas culinárias e cosméticas. Depois de conseguir fazer a peça, e descobrir o sentido das instruções, acho que consegui chegar a uma versão do tutorial para vocês usarem:

Clique para aumentar a imagem 😉

MONTANDO A PEÇA

Fazer essa peça foi uma aventura deliciosa, que resolvi documentar e trazer para vocês na forma de um vídeo:

 

 

 

 

COMENTÁRIOS

Historiadora, costureira e apaixonada pela história das coisas miúdas e aparentemente insignificantes. Alguém que acredita que a vida é muito curta para usar roupas comuns e que a moda é, sim, um espelho da história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »