Tutoriais

Como envelhecer e danificar figurinos em casa – parte 1

Quem lida com figurino e/ou cosplay sabe que, muitas vezes, aquele traje perfeitinho recém-saído da costura está simplesmente novo ou limpo demais. Personagens como fantasmas, zumbis, sobreviventes e soldados precisam de trajes que reflitam suas experiências de vida, até para dar credibilidade ao personagem. Sujeira, manchas, furos, rasgões e desfiados são coisas usadas pelo cinema para isso e no post de hoje você vai aprender a envelhecer, manchar e danificar figurinos no conforto de casa

Nessa primeira parte, que eu gosto de chamar de estrago de nível 1, vamos nos concentrar em coisas que requerem pouco material e espaço e não fazem muito sujeira. Coisas como tinta, lama e sangue estarão na segunda parte 😉

NÍVEL 1 – SEM SUJEIRA

Com coisas que você provavelmente tem em casa, ou pode comprar em qualquer loja de bairro, já dá pra fazer um estrago de nível 1 nos seus figurinos. A gente precisa saber é onde fazer esse estrago porque ele não é aleatório. Então comece pensando nas situações a que seu personagem seria exposto. Algumas partes das nossas roupas sofrem muito mais desgaste do que as outras e é por elas que começamos: gola/colarinho, punhos, axilas, ombros onde apoiamos alças de bolsa ou qualquer tipo de peso… basicamente qualquer parte que sofra com atrito constante. Vamos falar sobre algumas maneiras de fazer esse desgaste.

Lavagem

Uma das coisas mas simples que você pode fazer para “quebrar” um figurino é a lavagem. À medida em que lavamos as roupas, as fibras vão enfraquecendo e a roupa começa a ficar com carinha de usada. Experimente lavar seu figurino algumas vezes sem amaciante e deixá-lo secar ao sol e até deixar ele tomar chuva no varal. Ao final de duas ou três vezes que você faça isso, sua roupa já não parecerá recém-saída da loja.

Desgaste Localizado

Usando coisas como um ralador de legumes/queijo e lixa d’água você consegue desgastar partes específicas do traje: punho, colarinho, barras, proximidades de botões e qualquer outra parte que sofra atrito com frequência. A lixa faz um efeito apenas de desgaste, criando aquelas áreas desbotadas e com bolinhas, como o meio das pernas das calças jeans de quem tem as coxas grossas.  O ralador já é capaz de desfiar o tecido e é um pouco mais agressivo. Qualquer uma das duas técnicas pode ser usada para customizar calças jeans também 😉

Aliás, no caso de jeans, um bom ponto de partida é trabalhar com a lixa em cima dessas costuras duplas. Com a lixa, elas vão parecer cada vez mais quebradas e dar aquela carinha de jeans gasto. Funciona em calças, camisas e jaquetas. Até numa mochila, se você estiver se perguntando sobre isso!

Manchas Simples

As manchas simples são aqueles que vêm do nosso dia-a-dia: comida, suor e descolorantes. No caso de manchas de comida, óleo de cozinha, café, molho de tomate e coisas como mostarda e ketchup dão ótimos resultados. O segredo aqui é deixar as manchas secarem ao sol, de preferência num dia seco e de tempo aberto. O tamanho do estrago fica por sua conta: desde manchas pequenas até verdadeiros desastres!

como danificar figurinos manchas

Para manchas de suor, vamos investir em duas coisas: café preto puro e saquinhos de chá preto. Tanto o café quanto o chá precisam ser misturados com sal (1 colher de café para cada 1 xícara de água, bem misturado) para fixação. Com o café, você pode colocá-lo num spray plástico daqueles bem baratinhos e espirrar sobre a roupa, o que vai criar áreas levemente escurecidas. Com o chá, você precisa preparar a mistura com sal e embeber os saquinhos nela, aplicando com leves batidas sobre as regiões que precisam ser marcadas. O café é bom para áreas maiores, como peito e costas, enquanto a técnica do chá é boa para colarinho e axilas. As da foto foram manchadas com café:

como envelhecer e manchar tecido em casa

Para aumentar a impressão de sujeira na roupa, você pode aplicar também um pouco de glicerina, para dar um aspecto gorduroso.

As manchas de descolorantes podem ser feitas com frutas ácidas ou substâncias à base de cloro. Elas são boas para fazer manchas mais claras e até amareladas nas roupas, já que alguns tecidos brancos quando são alvejados com água sanitária ficam amarelados (o que é ótimo para criar manchas velhas de xixi, por exemplo, ou para marcar o pescoço de camisas e camisetas). Você pode usar um algodão, um spray ou até uma trouxinha de pano para umedecer o tecido e deixe a peça secar ao sol. Nunca subestime o poder do sol para ‘quebrar’ seu figurino ou cosplay.

Mas atenção: antes de usar qualquer tipo de descolorante, faça um teste. Nem todos os tecidos resistem aos descolorantes e nem sempre você vai conseguir a cor que está esperando na primeira tentativa.

Envelhecimento de Couro

Em jaquetas de couro, natural ou sintético, a técnica da lixa costuma funcionar bem. Mas, se você precisa de algo que tire o brilho e deixe o couro meio sem vida, acetona ou álcool dão conta do trabalho. Se você está procurando um efeito meio Mad Max, experimente também encharcar a jaqueta e deixá-la secando ao ar livre uma noite e um dia inteiros. Experimente com uma peça baratinha de brechó antes!

Buracos & Rasgões

Um dos jeitos mais simples de fazer buracos na sua roupa é começar com um buraquinho pequeno (feito por uma caneta ou faca) e enfiar seu dedo nele para alargar e esgarçar as fibras. Isso funciona para buracos de bala, por exemplo, que depois precisam ser pintados com sangue falso, algo que estará na segunda parte desse guia.

Você pode usar também uma daquelas escovas metálicas, do tipo que se usa para escovar gatos, e arrastar por cima do tecido. Dependendo da força, você consegue um efeito semelhantes às unhas de um animal.

Ferro de solda faz buracos com acabamento levemente escurecido em volta.

Mas, se você quer algo mais dramático, enfiar um estilete ou bisturi no tecido e puxar criar aquele efeito de rasgão como se o tecido tivesse ficado preso em alguma coisa ou sido puxado. Perfeito para sobreviventes, fantasmas e esfarrapados em geral:

como envelhecer cosplay figurino

Pequenas coisas que ajudam

Existem detalhes extremamente simples que adicionam muita personalidade e esse toque de uso ao seu figurino ou cosplay: botões faltando, botões que caíram sendo substituídos por outros que não combinam com os demais, zíperes estragados, barras desparelhas ou tortas, buraquinhos de traça, costuras desfeitas ou refeitas de jeito grosseiro, um bolso descosturado… Nem tudo precisa ser mega elaborado!

COMENTÁRIOS

Historiadora, costureira e apaixonada pela história das coisas miúdas e aparentemente insignificantes. Alguém que acredita que a vida é muito curta para usar roupas comuns e que a moda é, sim, um espelho da história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »