Costura Histórica,  Tutoriais

Como fazer um chemise vitoriana (1850-1860)

A chemise vitoriana é a base de todo o traje. Ela era a primeira camada de roupa colocada no corpo logo pela manhã e era a peça mais próxima do nosso conceito moderno de lingerie:

como fazer uma chemise vitoriana 1850 1860

 

A chemise evitava que o suor e a oleosidade do corpo entrassem em contato com o corset, ao mesmo tempo em que protegia a pele contra o atrito das barbatanas. A típica chemise vitoriana era uma peça de algodão branco com uma modelagem extremamente simples, que poderia ser “melhorada” com o uso de tecidos mais finos (linho, seda), bordados delicados e até pequenas aplicações de renda, mas nada cheio de babados.

O modelo que vamos aprender a fazer nesse tutorial é a chemise off-shoulder, ou seja, uma chemise de baile que deixa os ombros levemente à mostra. Como o decote é regulado com fita de cetim, você poder deixá-la mais aberta ou fechada conforme seu gosto/necessidade. Outra boa notícia é que ela é ótima para criar chemises em versões góticas ou steampunk, o que você consegue com diferentes tecidos e aplicações – e até incluindo um monte de decorações!

como fazer chemise vitoriana steampunk
Por que não, né?

Sem esquecer que, como uma leve modificação nas mangas, você consegue fazer uma chemise de fantasia medieval com esse mesmo tutorial:

PARA FAZER SUA CHEMISE VITORIANA VOCÊ PRECISARÁ DE:

1m de tecido de algodão para lençol (1.5m de você quiser fazer uma chemise longa, tipo fantasma)

2m de fita de cetim nº 1 para o decote

Versão histórica: rendas estreitas para decorar

Versões não-históricas: passa-fitas, bordado inglês, rendas largas…honestamente?Tudo o que seu coração mandar!

Viés na mesma cor da chemise

 

TIRANDO AS MEDIDAS

Você vai precisar das seguintes medidas:

Comprimento total (do ombro até a altura onde você deseja a barra)

Bíceps (passe fita métrica ao redor da parte mais larga do braço, com o músculo contraído e adicione 4cm)

A- Comprimento da manga (de onde você quer que o decote comece até o comprimento de manga desejado)

B-  Altura da cava

C – Inset (largura entre a axila e o mamilo)

como fazer chemise vitoriana 1850 1860

 

COMO FAZER O MOLDE

A primeira coisa que nós vamos fazer é cortar esse tecido ao meio no sentido do comprimento. Assim, ficaremos com dois pedaços de aproximadamente 1m x 1.10m.

Depois vamos pegar cada um desses pedaços e dobrar no sentido da largura, ficando com duas peças de 1m x 55cm. Alfinete bem as bordas do tecido para ele não correr e vamos ao nosso molde, que terá as costas e a frente iguais.

O molde não têm margem de costura, então é preciso adicionar 2cm em todas as margens.

Molde do corpo

O ponto W é o canto onde está a dobra do tecido. A partir dele, meça 10cm e marque o ponto 3.

O ponto X é o canto oposto. Na horizontal, marque a medida do Inset e você terá o ponto 2. Na vertical, marque a medida da altura da cava e você terá o ponto 1.

Ligue o ponto 1 ao ponto 2 com uma linha reta. Esta será a linha da cava onde vamos costurar a manga.

Ligue o ponto 2 ao ponto 3 com uma linha levemente curva. Esta será sua linha do decote.

 

Molde da Manga

como fazer chemise vitoriana 1850 1860

Na dobra do tecido, trace uma linha com a medida do comprimento da manga (pontos 1 a 2)

A medida entre o ponto 2 e o ponto 3 é fixa: 11cm

Para a medida entre o ponto 3 e o ponto 5 você vai pegar o molde do corpo da sua chemise e encaixar a linha da cava. É só copiar a linha no molde da manga.

A medida entre o ponto 1 e o ponto 4 é a metade da medida do bíceps. Esta será a abertura da sua manga.

 

Observação: seu molde ficará com um formato parecido com esse, mas não ficará igualzinho, pois as medidas variam entre os corpos e afetam a forma da manga 😉

 

MONTAGEM DA CHEMISE

Corte 2x o molde do corpo e 2x o molde da manga.

A montagem da chemise vitoriana começa costurando as mangas ao corpo (lembra das “linhas da cava”? É por elas que você começa).

Você terá algo assim:

Para fechar a chemise, vamos passar uma única costura fechando a manga e a lateral:

como fazer uma chemise vitoriana

Para finalizar o decote, é só usar o viés para fazer uma canaleta, passar a fita de cetim (com a ajuda de um alfinete de segurança) e ajustar o decote da sua chemise vitoriana. Como alternativa, você pode costurar um passa-fitas, como eu fiz nesse modelo:

com fazer uma chemise vitoriana

Um outro método possível, historicamente mais correto, é fazer um decote de largura fixa. Você pode cortar duas tiras de tecido na medida que você deseja para o decote e fazer uma faixa já com a chemise franzida:

SOBRE AS COSTURAS

Esse é um modelo 1850-1860 que eu aprendi com a Elizabeth Clark do Sewing Academy, que por sua vez aprendeu com o estudo de várias peças originais e revistas da época. As originais eram, em sua maioria, feitas à mão e com tipos específicos de costuras, pensadas para durar. Junto com as calçolas, a chemise vitoriana era uma das peças lavadas com maior frequência e sua lavagem era bastante agressiva.

As chemises originais eram montadas usando costura inglesa, uma técnica que dispensa o uso de overloque ou chuleio para acabamento:

Uma outra possibilidade é a costura embutida ou costura francesa, também usada no período (e que é excelente para tecidos mais finos, por exemplo):

Fez sua chemise com esse tutorial? Mostre a foto para mim nos comentários 😉

COMENTÁRIOS

Historiadora, costureira e apaixonada pela história das coisas miúdas e aparentemente insignificantes. Alguém que acredita que a vida é muito curta para usar roupas comuns e que a moda é, sim, um espelho da história.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »